domingo, 23 de setembro de 2012

Lost in Winnipeg - parte I

Esse post vai contar algo que provavelmente todo intercambista já passou ou vai passar: se perder na nova cidade. E o motivo pelo qual coloquei parte I é que sei foi só a primeira de muitas vezes me perdendo por aqui...
No post da primeira semana eu já tinha contado que peguei o ônibus no sentido errado pra voltar pra casa da escola e fui parar no centro (direção totalmente oposta à minha casa aqui).
Sábado passado, dia 15 de setembro, era pra ter uma festa da casa de um canadense da minha escola e anunciaram no grupo do facebook dos intercambistas do River East que todos os intercambistas estavam convidados, mas o detalhe é que ninguém dava uma respostas definitiva com o endereço da casa do canadense.
A princípio, eu e a minha host sister íamos, mas ainda tínhamos que decifrar o endereço da tal festa. Falei com algumas brasileiras da minha escola e cada uma me falava uma coisa sobre a festa. Uma falava que tinha sido cancelada, outra falava que ainda estava em pé, outra falava que não sabia, e outra falava que o endereço tinha mudado... Eu já tinha perdido a vontade de ir na festa depois de toda essa enrolação, até que uma das brasileiras convidou eu e minha host sister para irmos no boliche com os outros intercambistas que também tinham desistido da festa (brasileiros e mexicanos). Me falaram que era o boliche  na rua do colégio - mas falaram que não sabia o nome do boliche .-. e quando perguntei para o meu host father ele falou que só podia ser um chamado "Roxy Lanes". Procurei no site dos horários dos ônibus daqui e eu e minha host sister fomos.
Já no ônibus, eu e a Mariana percebemos que estávamos cada vez mais longe e não aparentava ser o lugar certo...Fomos perguntar para o motorista do ônibus e ele falava inglês com sotaque japonês, e não entendemos nada! Decidimos descer ali mesmo e tentar pegar outro ônibus, até que depois de andar 2 quadras achamos o tal do Roxy Lanes, numa rua que estava totalmente deserta devido às obras no asfalto. Entramos e não encontramos nenhum dos intercambistas que nos convidaram...e o lugar não era muito grande, dava pra ver quem estava lá, e realmente não vimos ninguém conhecido. Era um boliche com uma pista toda neon, bem legal e diferente.

 Mas como ninguém estava lá, decidimos ir embora achar um ponto de ônibus...mas quem disse que tinha algum ponto de ônibus naquele fim de mundo? Fomos andando, andando...até que comecei a ver alguns prédios...a gente tava indo pro centro, a direção oposta à nossa casa, mais uma vez! Naquela altura não adiantava mais voltar, resolvemos continuar andando, às 10h da noite, morrendo de medo, em ruas desertas, e depois de um bom tempo andando, chegamos nas ruas movimentadas do centro e conseguimos pegar um ônibus de volta pra casa!
O ônibus daquele horário não parava 2 quadras da nossa casa como é de dia, então tivemos que parar quase 1 km da nossa casa e voltar andando...até que eu escuto alguém chamando meu nome dentro de um carro que parou no nosso lado. E adivinha? Eram as intercambistas voltando do boliche! Mas não era o boliche que fui, era outro que, de acordo com elas, também era perto do colégio!
Cheguei em casa com a minha host sister quase meia-noite depois de um tour desnecessário pela cidade! Fui ver no Google maps caminho que fiz a pé e deu quase 4 km! Sobrevivi, e agora já sei que se eu começar a ver alguns prédio eu estou na direção errada!

É isso, e até a próxima parte de "Lost in Winnipeg", que se bem me conheço, será em breve!

2 comentários:

  1. haha eu teria ficado desesperada kkkk

    ResponderExcluir
  2. ainda bem que eu fiquei sabendo só agora...

    ResponderExcluir